ONU – UNESCO


UNO ( UNITED NATION ORGANIZATION ) – ORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS


A ONU foi estabelecida em 24/10/1945 ( Dia da ONU )por 51 países que se comprometeram a preservar a paz através da cooperação internacional e da segurança coletiva . Hoje, a maioria das Nações do mundo pertence às Nações Unidas em um total de 189 países membros.
Quando os estados se tornam membro das Nações Unidas, eles concordam em aceitar as obrigações da Carta das Nações Unidas, um tratado internacional que contém princípios básicos de relações internacionais. De acordo com a Carta, as Nações Unidas têm 5 propósitos:
1. Manter a paz e a segurança internacional,
2. Desenvolver relações amigáveis entre as nações,
3. Cooperar nas soluções de problemas internacionais,
4. Promover o respeito aos direitos humanos e
5. Ser um centro de harmonização entre os atos das Nações.

Os Membros das Nações Unidas são países soberanos. As Nações Unidas não é um governo do mundo e não edita leis .
Apenas proporciona os meios de resoluções os meios de resolver conflitos internacionais e formular políticas em assuntos que afetam todos nós.
Todos os Estados Membros – grandes ou pequenos, ricos ou pobres, com visões políticas e sistemas sociais diferentes tem voz e vota nesse processo.
As Nações Unidas têm seis braços principais. Cinco deles – a Assembleia Geral, o Conselho de Segurança, o Conselho Econômico e Social, o Conselho Administrador e o Secretariado – são baseados na sede das Nações Unidas em Nova York, nos Estados Unidos . O sexto, a Corte de Justiça Internacional está localizada em Haia (Hague), na Holanda .
Em 27 de janeiro de 1978, homens da Terra se uniram e aprovaram a resolução dada pela ONU a respeito dos direitos dos animais.
Tais direitos foram registrados quando a UNESCO proclamou a DECLARAÇÃO UNIVERSAL DOS DIREITOS DO ANIMAL.
O Dr. Georges Heuse, cientista e secretário geral do Centro Internacional de Experimentação de Biologia Humana, foi quem propôs tal Declaração...
Os direitos dos animais devem ser defendidos por lei como os direitos dos humanos. Apesar disso, a Declaração permanece desconhecida e, o que é pior, desrespeitada pelos homens nos dias atuais...
O dia 4 de outubro é o DIA DOS ANIMAIS...

DECLARAÇÃO UNIVERSAL dos DIREITOS do ANIMAL


o ART. 1°

Todos os animais nascem iguais diante da vida e tem o mesmo direito a existência.
o Art. 2°

a) Cada animal tem o direito ao respeito.
b) O homem, enquanto espécie animal, não pode atribuir-se ao direito de exterminar os outros animais ou explorá-los, violando este direito. Ele tem o dever de colocar a sua consciência a serviço dos outros animais.
c) Cada animal tem direito à consideração, à cura e a proteção do homem.
o Art. 3°

a. Nenhum animal deverá ser submetido a maus tratos e a atos cruéis.
b. S e a morte de um animal é necessária, deve ser instantânea, sem dor e sem angústia.

o Art. 4°

a. Cada animal que pertence a uma espécie selvagem tem o direito de viver livre no seu ambiente natural terrestre, aéreo ou aquático e tem o direito de reproduzir-se.
b. A privação da liberdade, ainda que para fins educativos, é contrária a este direito.

o Art. 5°

a. Cada animal pertence a uma espécie que vive habitualmente no ambiente do homem tem o direito de viver e crescer segundo o ritmo e as condições de vida e de liberdade que são própria a sua espécie.
b. Toda modificação deste ritmo e destas condições impostas pelo homem para fins mercantis é contrária a este direito.

o Art. 6°

a. Cada animal que o homem escolher como companheiro tem o direito a uma duração de vida, conforme a sua natural longevidade.
b. O abandono de um animal é um ato cruel e degradante.

o Art. 7°

Cada animal que trabalha tem o direito a uma razoável limitação de tempo e intensidade de trabalho, a uma alimentação adequada a ao repouso.
o Art. 8°

a. A experimentação animal que implica em um sofrimento físico e psíquico é incompatível com os direitos do animal, quer seja uma experiência médica, científica, comercial ou qualquer outra.
b. As técnicas substutivas devem ser utilizadas e desenvolvidas.

o Art. 9°

No caso de o animal ser criado para servir de alimentação, deve ser nutrido, alojado, transportado e morto sem que para ele resulte ansiedade ou dor.
o Art. 10°

a. Nenhum animal deve ser usado para o divertimento do homem.
b. A exibição de animais e os espetáculos que utilizam animais são incompatíveis com a dignidade do animal.



o Art. 11°

O ato leva à morte de um animal sem necessidade é um biocídio, ou seja, um delito contra a vida.
o Art. 12°

a. Cada ato que leva à morte de um grande número de animais selvagem é um genocídio, ou seja, um delito contra a espécie.
b. O aniquilamento e a destruição do ambiente natural levam ao genocídio.

o Art. 13°

a. O animal morto deve ser tratado com respeito.
b. As cenas de violência de que os animais são vítimas devem ser proibidas no cinema e na televisão, a menos que tenham como fim mostrar um atentado aos direitos do animal.

o Art. 14°

a. As associações de proteção e de salvaguarda dos animais devem ser representadas a nível de governo.
b. Os direitos do animal devem ser defendidos por leis, como os direitos do homem.


UNESCO – World Heritage Centre
Endereço: 7 Place de Fontenoy
75352 Paris 07 SP – France
Wh-info@unesco.org
.